A canção viver de amor de Toninho Horta e Ronaldo Bastos: aspectos composicionais e de performance em um arranjo para trio de oboé, trompa e piano

Biblioteca Digital - UFMG

A canção viver de amor de Toninho Horta e Ronaldo Bastos: aspectos composicionais e de performance em um arranjo para trio de oboé, trompa e piano

Show full item record

Title: A canção viver de amor de Toninho Horta e Ronaldo Bastos: aspectos composicionais e de performance em um arranjo para trio de oboé, trompa e piano
Author: Herminio Carlos de Almeida
Orientador: Fausto Borem de Oliveira
Banca:
Presidente: Fausto Borem de Oliveira
Membro: Rafael dos Santos; Mauricio Freire Garcia
Subject: Música popular Brasil; Trios (Oboé, trompa e piano) Partitura e partes
Palavra-chave: Toninho Horta; Música brasileira; Arranjo musical; Música popular; Música erudita; Performance musical; Composição musical
Date: 28-04-2005
Publisher: UFMG
Abstract: Estudo sobre aspectos composicionais e de performance decorrentes da transposição da linguagem popular para a erudita no arranjo musical. A referência analítica é um arranjo, de Hermínio Carlos de Almeida, para trio de oboé, trompa e piano, da canção Viver de amor, dos compositores brasileiros Toninho Horta e Ronaldo Bastos. O objetivo geral é ressaltar a legitimidade dessa técnica, não apenas para a exploração de combinações instrumentais inusitadas, mas tambémcomo útil instrumento para a expansão desse tipo de repertório. Os procedimentos metodológicos incluem: 1- Contextualização histórica dos compositores, da obra em questão e de suas gravações; 2- Considerações teóricas sobre a prática de arranjo musical; 3- Edição da leadsheet1 de Viver de Amor, a partir do manuscrito do compositor; 4- Análise formal, harmônica, melódica e rítmica da composição original;5- Estudo comparativo entre a versão original e a versão do arranjo camerístico, tendo em vista as práticas composicionais e de performance decorrentes das duas linguagens musicais, popular e erudita.
Resumo em lingue estrangeira: Study about compositional and performance aspects yielded by thetransposition from the popular to erudite musical styles in the trio arrangement for oboe, horn and piano by Hermínio Carlos de Almeida of the song Viver de Amor (1980) by Brazilian composers Toninho Horta and Ronaldo Bastos. It discusses the legitimacy of this procedure, its importance to the development of the repertory integrating both erudite and popular musical traits and to the development of the repertory for non conventional instrumentations. It also discusses structural elements of the original version and the idiomatic writing employed in the arrangement. The methodological procedures encompass: 1- Historical context of the composers, the work and its recordings; 2- Theoretical considerations about the practice of musical arrangements; 3- The electronic edition of Viver de Amor´s leadsheet, based on the authors manuscript; 4- Formal, harmonic, melodic and rhythmic analysis of the original composition; 5- Comparative analysis between the original work and the trio arrangement, with regard to compositional and performance practices akin to the popular and erudite languages.
URI: http://hdl.handle.net/1843/AAGS-7YMLM4

Files in this item

Files Size Format View
capa.pdf 6.85Kb PDF View/Open
dedicat_ria_e_agradecimentos.pdf 8Kb PDF View/Open
disserta__o_mestrado_herminio_de_almeida.pdf 1.394Mb PDF View/Open
folha_de_rosto.pdf 7.532Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record