Governança corporativa e a funcionalidade do sistema bancário brasileiro

Biblioteca Digital - UFMG

Governança corporativa e a funcionalidade do sistema bancário brasileiro

Show full item record

Title: Governança corporativa e a funcionalidade do sistema bancário brasileiro
Author: Rubens Jose Amaral de Brito
Orientador: Marco Aurelio Crocco Afonso
Co-orientador: Fabiana Borges Teixeira Santos
Banca:
Presidente: Marco Aurelio Crocco Afonso
Co-orientador: Fabiana Borges Teixeira Santos
Membro: Marco Flavio da Cunha Resende; Gilberto de Assis Libanio; Carlos Eduardo Ferreira de Carvalho; Dante Mendes Aldrighi
Subject: Governança corporativa Brasil Teses.; Bancos Teses.
Palavra-chave: Economia
Date: 10-03-2011
Publisher: UFMG
Abstract: A relação entre a governança corporativa e a intermediação financeira ainda é um tema pouco estudado na Teoria Econômica. Embora exista uma extensa literatura que relaciona o sistema bancário com o crescimento econômico, pouca atenção foi dispensada, até agora, na compreensão do papel que a governança corporativa exerce no processo de alocação de recursos, para o financiamento do investimento. O entendimento desta relação é importante porque, o sistema financeiro pode exercer um papel fundamental no crescimento econômico de regiões ou países, através da avaliação, seleção, disponibilização de recursos e monitoramento de projetos de investimento. Esta tese é uma tentativa de preencher esta lacuna. São três suas contribuições principais: apresentar uma tipologia para sistemas de governança corporativa, aplicando-a ao sistema bancário brasileiro; propor um indicador para finance¸ que representa a alocação de recursos, pelas firmas bancárias, em um tipo de financiamento que permita investidores iniciar o processo de investimentos, para pessoas jurídicas; e analisar a importância do sistema de governança corporativa deste sistema, no processo de alocação de recursos em finance. A tipologia que caracteriza o sistema de governança corporativa possui três dimensões: o relacionamento com as partes interessadas, a estrutura de capital e os mecanismos de controle corporativo. Foram construídos índices de governança para cada uma destas dimensões. Estes índices são as principais variáveis explicativas empregadas na análise. Além destas, o trabalho utilizou variáveis de controle, que captassem aspectos conjunturais e características específicas das firmas bancárias. Utilizando uma base dados composta pelas firmas bancárias com ações negociadas na BMF&Bovespa, entre 2005 e 2009, os resultados indicaram que as três dimensões do sistema de governança corporativa são significantes para explicar decisão de alocação de recursos em finance. Tudo o mais constante, a relação com as partes interessadas e a estrutura de capital apresentam relações positivas e significativas em todas as estimativas realizadas. A variável de mecanismos de controle corporativo, entretanto, é afetada por certas variáveis de controle, o que pode indicar que ela é implantada como forma de melhorar a gestão empresarial, quando da abertura do capital em bolsa, o que, muitas vezes, é feito obrigatoriamente pelas normas impostas pela CVM e não motivada por um processo de melhoria na produtividade.
Resumo em lingue estrangeira: The relationship between the corporate governance and the financial intermediation is a theme little studied by Economic Theory. Although there is a vast literature that relates banking system with economic growth, few attention has been paid, so far, in understanding the role of corporate governance in the process of allocation of resources to finance investment. This thesis is an attempt to fill this gap. There are three main contributions: to present a typology for corporate governance systems, applying it to the Brazilian banking system; to propose an indicator for finance, which represents the allocation of resources, by the banking firms, in a type of financing that allows investors to start the investment process; and analyze the importance of corporate governance system on process of allocation of resources in finance. The typology that characterizes the corporate governance system has three dimensions: the relationship with stakeholders, the capital structure and the corporate control mechanisms. It has been constructed corporate governance index for each one of these dimensions. These indexes are the main explanatory variables used in the analysis. Besides these, the work used control variables that capture situational aspects and specific characteristics of banking firms. Using a database consisting for banking firms with stocks traded on BM&FBovespa between 2005 and 2009, the findings suggested that all three dimensions of corporate governance system are significant in explaining the decision of allocation of resources in finance. Other things equal, the relationship with stakeholders and the capital structure showed positive and significant relation in all estimates performed. The variable of corporate control mechanisms, however, is affected by certain control variables, which may indicate that it is employed as a way to improve business management, when the capital is opened in stock market, which often is done mandatory by the rules imposed by CVM and are not motivated by a process of improvement of productivity.
URI: http://hdl.handle.net/1843/AMSA-8XMHG3

Files in this item

Files Size Format View
tese_doutorado_ ... s_jos__amaral_de_brito.pdf 783.8Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record