A tradução dos neologismos rosianos na versão italiana de Grande Sertão: veredas'', de João Guimarães Rosa

Biblioteca Digital - UFMG

A tradução dos neologismos rosianos na versão italiana de Grande Sertão: veredas'', de João Guimarães Rosa

Show full item record

Title: A tradução dos neologismos rosianos na versão italiana de Grande Sertão: veredas'', de João Guimarães Rosa
Author: Patrizia Giorgina E. Collina Bastianetto
Orientador: Eliana Amarante de Mendonca Mendes
Banca:
Presidente: Eliana Amarante de Mendonca Mendes
Membro: Veronika Benn-ibler; Edson Jose Martins Lopes
Subject: Rosa, João Guimarães, 1908-1967. Grande Sertão : veredas Teses.; Literatura brasileira Traduções para o Italiano Teses.; Lingua portuguesa Neologismos Teses.; 6Tradução e interpretação Teses.
Palavra-chave: Estudos Linguísticos
Date: 26-08-1998
Publisher: UFMG
Abstract: Este trabalho tem por objetivo descrever e avaliar o tratamento tradutório conferido aos 942 neologismos de Grande sertão: veredas, de João Guimarães Rosa, na sua versão italiana. Pretende-se averiguar se, de que forma e quanto BIZZARRI, o tradutor italiano, aventurou-se, como ROSA, pelo caminho da criação lexical. Este estudo justifica-se, pois, pelo interesse em se estabelecer até que ponto a transcriação e/ou transgressão rosiana foram colhidas na sua essência e reproduzidas, ou não, pelo tradutor. A Lingüística e a Teoria da Tradução constituem o suporte teórico para a realização dessa tarefa, apontando os caminhos abertos por muitos estudiosos, entre os quais destacam-se MENDES (1991), VINAY & DARBELNET (1960), NEWMARK (1988), ROCHA (1996) e SCALISE (1994).
Resumo em lingue estrangeira: II fine dei presente studio è quello di descrivere e valutare Ia modalità di traduzione per Ia versione italiana dei 942 neologismi presenti nel romanzo Grande sertão: veredas di João Guimarães Rosa. Con questa ricerca si vuole verificare se BizzARRi, il traduttore italiano, si è avventurato come ROSA nella formazione lessicale, e si vuole descriverne il modo e Ia quantità. La stessa è motivata dall'interesse di definire fino a che punto Ia "transcreazione" e/o Ia trasgressione rosiana sono state attinte nella loro essenza e riprodotte o no dal traduttore. La Linguistica e Ia Teoria delia Traduzione costituiscono Ia base teórica per I'adempimento di questo compito, seguendo le tracce di molti Studiosi tra cui si distinguono MENDES (1991), VINAY & DARBELNET (1960), NEWMARK (1988), ROCHA (1996) e SCALISE (1994).
URI: http://hdl.handle.net/1843/BUBD-9DFGR6

Files in this item

Files Size Format View
dissertacao_patriziagiorginaenricanna.pdf 4.540Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record