O impacto da linguagem dos quadrinhos no ensino de Ciências

Biblioteca Digital - UFMG

O impacto da linguagem dos quadrinhos no ensino de Ciências

Show full item record

Title: O impacto da linguagem dos quadrinhos no ensino de Ciências
Author: Adriana Araujo Dutra Rodrigues
Orientador: Ana Luiza de Quadros
Banca:
Presidente: Ana Luiza de Quadros
Subject: Educação Teses.
Palavra-chave: Educação: Conhecimento e Inclusão Social
Date: 17-08-2015
Publisher: UFMG
Abstract: Propor atividades em sala de aula que engajem os estudantes com a ciência e com a leitura sobre Ciências tem sido um desafio constante para professores dessa área. No entanto, esses mesmos jovens parecem apreciar quadrinhos e dedicam tempo a essa leitura. Evidência disso é o grande número de publicações do gênero, que surgem como um meio no qual o visual e o literário se tocam, ganhando novas nuances e uma nova forma de expressão. A presente pesquisa foi desenvolvida com o objetivo principal de analisar o impacto dos quadrinhos no ensino de conceitos químicos, ou seja, se uma história em quadrinhos predispõe o aluno ao aprendizado de conceitos e se a linguagem presente na história em quadrinhos permeia o ensino, a ponto de ser relembrada mais tarde, em um contexto avaliativo. Para isso utilizamos a pesquisa qualitativa como método e nos baseamos na literatura sobre linguagem narrativa desenvolvida por Bruner. Selecionamos uma turma de primeiro ano do Ensino Médio de uma escola pública de Belo Horizonte, para essa investigação. Uma história em quadrinhos (HQ) envolvendo o conceito de densidade foi produzida e usada em três momentos diferentes do trabalho. No primeiro os alunos leram a HQ e foram convidados a recontá-la e a resolver uma situação problema semelhante, embora conservasse diferenças em relação à situação vivida pelos personagens da HQ. Três semanas após o desenvolvimento dessa aula, os alunos fizeram uma avaliação escrita que continha uma situação-problema que remetia ao conceito presente na HQ. Cerca de três meses após do desenvolvimento da HQ, foi feita uma atividade de retomada da situação-problema, como introdução às aulas sobre o modelo cinético-molecular. As aulas nas quais essas atividades aconteceram foram gravadas em vídeo e analisadas. Percebemos que a solução presente na HQ foi constantemente retomada pelos alunos em diferentes momentos dessa investigação. O fato de tantas vezes se remeterem a mesma solução usada na HQ pode ser atribuído à natureza narrativa das HQs, que as aproxima da linguagem comum das interações humanas. Apenas quando a resolução proposta para a situação problema foi problematizada pela pesquisadora/professora, parte considerável dos estudantes foi capaz de adaptar o procedimento para o contexto da nova situação problema. Entendemos que as HQsrepresentam uma oportunidade de auxiliar os alunos na criação de uma narrativa interior que acomode melhor esses conceitos, facilitando a compreensão e a memória.
Resumo em lingue estrangeira: Proposing classroom activities that engage students in science and science readings has been a constant challenge for teachers in this field. However, these same students seem to like comics and they dedicate their time to reading them. It is evidenced by the large number of published comics, which appear as a medium in which the visuals and the literature marry each other, earning new nuances and a new way of expression. This research was developed with the main objective of analysing the impact of comics in the teaching of chemistry concepts, or, more specifically, if a comic predisposes the student to learn chemistry concepts and if the language of those comics permeates the learning process, to the point that it will remembered later, in an evaluation of the students learning. To this objective, we used a qualitative methodology and we based the analysis in the narrative language literature authored by Bruner. We selected a class from the first year of high school in a public school from Belo Horizonte to undertake this research. A comic involving the concept of density was produced and used in three different moments of this work. In the first one, the students read the comic and were invited to recount it and to solve a similar problem, albeit slightly different from the problem that the characters faced. Three weeks after this class, the students did a written test that contained a problem that refers to the concept present in the comic. Around three moths after the class in which the comic was presented, there was an activity that resumes the problem of the written test, as an introduction to the kinectic-molecular model. The classes in which those activities took place were recorded in video and analysed. We noticed that the solution for the problem within the comic was concstantly referred to by the students, in different moments of this investigation. The fact that they refer to it so much may be attributed to the narrative nature of comics, which make them closer to the language that humans commonly use to interact to each other. A considerable share of the students was able to adapt their proposals to the new problem, but only when the solution of the problem was challenged by the researcher/teacher. We understand that comics represent an opportunity to help students in the creation of an inside narrative that accommodate better those chemistry concepts, making it easier to memorize and comprehend said concepts.
URI: http://hdl.handle.net/1843/BUBD-A3NH82

Files in this item

Files Size Format View
adriana_araujo.pdf 8.208Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record