O impacto do padrão de moradia popular para acessibilidade no modo de vida dos moradores

Biblioteca Digital - UFMG

O impacto do padrão de moradia popular para acessibilidade no modo de vida dos moradores

Show full item record

Title: O impacto do padrão de moradia popular para acessibilidade no modo de vida dos moradores
Author: Adriana Rodrigues Leao
Orientador: Marcelo Pinto Guimaraes
Banca:
Presidente: Marcelo Pinto Guimaraes
Membro: Celina Borges Lemos; Núbia Bernardi
Subject: Arquitetura Teses.; Habitação popular Aspectos sociais Teses.; Arquitetura e deficientes Teses.
Palavra-chave: Arquitetura; Habitação popular acessível; COHAB-MG; Modo de; vida
Date: 31-08-2011
Publisher: UFMG
Abstract: A presente dissertação propõe a análise descritiva e reflexiva da questão da qualidade do uso das habitações populares financiadas pelo Estado de Minas Gerais, no que compreende a acessibilidade para todos. A investigação baseia-se na comparação de dois modelos de moradia executados pela Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais COHAB-MG: Casa especialmente projetada para ser acessível e Casa com projeto convencional sem exigências da ABNT 9050- 2004. Foi verificado que como o modelo espacialmente projetado para acessibilidade pode alterar o modo de vida das famílias e pode corroborar para a redução da problemática da qualidade de uso habitacional. A metodologia inclui a coleta de informações cadastrais, as sessões de observação em visitas, entrevistas e análise de dados. Na conclusão pode-se considerar que o modo de vida dos moradores não revela a eficácia do padrão mínimo determinado pela COHAB-MG . Isso foi comprovado pelas necessidades individuais de apropriação do espaço, ao número excessivo de pessoas residindo nas casas, pelo número, tamanho e disposição das grandes peças do mobiliário, dentre outros. Assim, o espaço projetado para ser acessível é inacessível a partir do conceito original do projeto e da ocupação pelos usuários.
Resumo em lingue estrangeira: The present research paper presents a descriptive and reflective analysis about the quality of usage patterns as based on accessibility for everyone in low-income affordable housing that are financed by the State of Minas Gerais, which include accessibility for all. The research is based on making a comparison between two housing type models that run by the State Company for Low income Housing COHAB-MG: Home environments that were specially designed to be wheelchair accessible and home environments for ordinary user profiles with no considerations of design requirements of ABNT 9050-2004. Intends to examine how the model specially designed for accessibility can change the lifestyle of families and can confirm to reduce the problem of quality residential use. The methodology included data collection of official information, observation sessions in field visits, interviews and data analysis. Results show that the lifestyle of the residents does not evidence efficiency of minimum accessible design set by COHAB-MG as evidenced by individual needs for place-making; the excessive number of people as residents, the number, shape and location of large furniture , among others. Therefore, the space designed to be accessible is inaccessible since the original design concept and users engaged in the process place-making.
URI: http://hdl.handle.net/1843/BUOS-8QKJS9

Files in this item

Files Size Format View
disserta__o_adriana_le_o_e_ap_ndice.pdf 67.82Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record