Mortalidade por neoplasias e a telefonia celular no municipio de Belo Horizonte Minas Gerais

Biblioteca Digital - UFMG

Mortalidade por neoplasias e a telefonia celular no municipio de Belo Horizonte Minas Gerais

Show simple item record

dc.contributor.author Adilza Condessa Doce pt_BR
dc.coverage.spatial Departamento/Curso pt_BR
dc.date.accessioned 2012-10-17T00:36:57Z
dc.date.available 2012-10-17T00:36:57Z
dc.date.issued 2010-03-26 pt_BR
dc.identifier.uri http://hdl.handle.net/1843/BUOS-8UCNEL
dc.description.abstract No mundo de hoje, todos os seres humanos estão expostos aos Campos Eletromagnéticos - CEMs, gerados por uma vasta série de tecnologias com ou sem fio. A dependência, cada vez maior, da moderna tecnologia, em relação a esses campos eletromagnéticos, trouxe preocupações para a comunidade científica e para a população em geral, principalmente quando se trata dos residentes no entorno das Antenas Transmissoras do Sistema de Telefonia Celular. Os estudos científicos recentes indicam, em escala mundial, que a exposição aos Campos Elétricos e Eletromagnéticos, na faixa não ionizante do espectro eletromagnético de baixas e altas frequências, pode interagir com o sistema biológico humano e aumentar o risco de câncer e outras doenças crônicas. Este estudo teve os seguintes objetivos: 1. Revisar o estado da arte sobre os possíveis efeitos biológicos oriundos da exposição à radiofrequência, focalizando os estudos epidemiológicos das comunidades que residem próximo às ERBs - Estações Radiobase -, do Sistema de Telefonia Celular; 2. Conhecer a distribuição espacial das ERBs, em dois momentos: 2003 e 2006, no município de Belo Horizonte, estado de Minas Gerais; 3. Conhecer, no mesmo município, a distribuição, no tempo e espaço, dos óbitos por neoplasias relatadas na literatura e constantes no Sistema de Informação de Mortalidade (SIM) da Secretaria da Saúde da Prefeitura de Belo Horizonte, no período de 1996 a 2006; 4. Verificar a existência de correlação entre aglomerados de ERBs e dos casos de óbitos por neoplasia; 5. Mensurar os níveis de exposição humana aos CEMs, onde há maior número de Antenas. Através de uma abordagem epidemiológica do tipo ecológica, foi realizada uma análise espacial descritiva das antenas do sistema de telefonia celular, assim como dos óbitos por neoplasia identificados no Município, no período de 1996 a 2006, utilizando o mapa de Kernel, para ambas as variáveis em estudo. Os resultados indicam que, até dezembro de 2003, encontravam-se instaladas 474 ERBs, e em 2006, aproximadamente 856 ERBs. Através do georreferenciamento, observou-se maior número de antenas na Regional Centro-Sul do município, em uma porcentagem de 39.60% das ERBs. Em relação aos 7.191 óbitos por neoplasias, foi encontrada uma porcentagem de 49,63% entre os residentes dentro de um raio de até 100 metros das ERBs. A taxa de mortalidade por 10.000 foi de 43,42 dentro dos 100 metros; 40,22, dentro dos 200 metros; 37,12, dentro dos 300 metros; 35,80, dentro dos 400 metros; e 34,76, dentro dos 500 metros. A taxa de mortalidade foi maior dentro de um raio de até 500 metros das ERBs. A taxa maior de incidência acumulada de 5,83 por 1000 habitantes foi encontrada na regional Centro- Sul do município e a menor taxa de 2,05, na região do Barreiro. Os valores dos Campos Eletromagnéticos encontrados estão de acordo com os padrões recomendados pela LEI FEDERAL Nº. 11.934, DE 5 DE MAIO DE 2009. Entretanto, ultrapassam-nos, quando comparados com os limites de exposição humana adotados em diversos outros países e cidades. pt_BR
dc.format Impresso pt_BR
dc.language Português pt_BR
dc.publisher UFMG pt_BR
dc.subject Engenharia sanitária Teses. pt_BR
dc.subject Telefonia celular Teses. pt_BR
dc.subject Câncer Teses. pt_BR
dc.subject Meio ambiente Teses. pt_BR
dc.title Mortalidade por neoplasias e a telefonia celular no municipio de Belo Horizonte Minas Gerais pt_BR
dc.type Tese de Doutorado pt_BR
dc.numero.paginas 266 pt_BR
dc.palavras.chave Saneamento Meio Ambiente Recursos Hidricos pt_BR
dc.contributor.orientador Monica Maria Diniz Leao pt_BR
dc.banca.presidente Monica Maria Diniz Leao pt_BR
dc.banca.membro Waleska Teixeira Caiaffa pt_BR
dc.banca.membro Wilfrid Keller Schwabe pt_BR
dc.banca.membro Álvaro Augusto Almeida de Salles pt_BR
dc.banca.membro Francisco de Assis Ferreira Tejo pt_BR
dc.banca.membro Guilherme Franco Netto pt_BR
dc.banca.membro Edna Afonso Reis pt_BR
dc.resumo.estrangeiro Nowadays, all over the world, all human beings are exposed to Electromagnetic Fields - EMFs generated by a vast series of technologies either wire or wireless. More and more, the dependence on modern technology relating to those electromagnetic fields has worried the scientific community and the population at large, what mainly concerns the residents nearby the Transmitter Antennas of the Cellular Telephony System. The recent scientific studies show that the exposure to the electric and electromagnetic fields on a global scale in the non-ionizing band of the low and high frequencies electromagnetic spectrum can interact with the human biological system and increase the risk of cancer and other chronic deceases. This study had the following purposes: 1. To review the state of the art of the possible biological effects generated by the exposure to radiofrequency, focusing on the communities epidemiological studies that live near the BSs (Base Stations) of the Cellular Telephony System; 2. To know the BSs spatial distribution at two moments: 2003 and 2006, in the Belo Horizonte municipality, Minas Gerais State; 3. To know in the same municipality, in time and space, the distribution of the deaths by neoplasia reported in the literature and mentioned in the Sistema de Informação de Mortalidade (SIM) (Mortality Information System) of the Health Department of the Belo Horizonte Prefecture, from 1996 to 2006; 4. To verify the existence of correlation between bunches of BSs and the death cases by neoplasia; 5. To measure the levels of the human exposure to EMFs where there is greater number of antennas. Through an epidemiological approach of ecological type, a descriptive spatial analysis of the Cellular Telephony System antennas was carried out as well as of the deaths by neoplasia identified in the municipality from 1996 to 2006, using the Kernel Map for both variables in study. The results show that up to December 2003 have been installed 474 BSs, and in 2006, 856 BSs. Through georeferencing, the greatest quantity of antennas has been noted as a percentage of 39.60%. Relating to the 7.191 deaths by neoplasia, a percentage of 49.63 % has been found among the residents living within an area of 100 meters from the BSs. The mortality rate per 10,000 was 43.42 within 100 m; 40.22 within 200 m; 37.12 within 300 m; 35.80 within 400 m; and 34.76 within 500 m. The mortality rate was the greatest within in area or 500 m from the BSs. The greatest accumulated incidence rate, 5.83 per 1000 inhabitants, was also found in Centro-Sul region, and the lowest was 2.05 in Barreiro region. The EMF rates found are in accordance with the patterns recommended by the Brazilian Federal Law nº. 11.934, May 5th, 2009. However, they surpass them when compared with the human exposure limits adopted by several countries and cities. pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
doutorado_adilza_dode_final_mar_o_2010.pdf 12.12Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record