Indícios de degradação ambiental em um reservatório oligotrófico (Reservatório De Serra Azul, Mg Brasil): avaliação limnológica, morfometria, batimetria e modelagem hidrodinâmica

Biblioteca Digital - UFMG

Indícios de degradação ambiental em um reservatório oligotrófico (Reservatório De Serra Azul, Mg Brasil): avaliação limnológica, morfometria, batimetria e modelagem hidrodinâmica

Show full item record

Title: Indícios de degradação ambiental em um reservatório oligotrófico (Reservatório De Serra Azul, Mg Brasil): avaliação limnológica, morfometria, batimetria e modelagem hidrodinâmica
Author: Denise Pires Fernandes
Orientador: Ricardo Motta Pinto Coelho
Co-orientador: Jose Fernandes Bezerra Neto
Banca:
Presidente: Ricardo Motta Pinto Coelho
Membro: Paulo Cesar Colonna Rosman; Paulina Maria Maia Barbosa
Subject: Ecologia Teses.; Morfometria Teses.; Limnologia Teses.; Serra Azul de Minas (MG) Teses; Batimetria
Palavra-chave: Batimetria; Morfometria; Variação horizontal; Limnologia
Date: 24-04-2012
Publisher: UFMG
Abstract: A morfometria de um reservatório consiste na medição de parâmetros físicos que definem a sua forma e estrutura. Os parâmetros morfométricos, por sua vez, influenciam quase todas as características físico-químicas e biológicas de um corpo de água notadamente as relações de troca de calor com a atmosfera. O trabalho objetivou a confecção nova carta batimétrica dos principais compartimentos do reservatório com o cálculo dos parâmetros primários e secundários, bem como o estudo da distribuição horizontal das variáveis limnológicas. O estudo foi realizado no reservatório de abastecimento Serra Azul, localizado na região metropolitana de Belo Horizonte/MG, pertencente à COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG . O levantamento batimétrico inclui, além das sondagens hidroacústicas específicas, a consolidação de base cartográfica com precisão submétrica. A nova carta batimétrica apresentou dados pouco contrastantes com os encontrados na literatura. A área, o volume e a profundidade máxima encontrados foram respectivamente de 9,11km2, 8,16 x 107m3, e 47,3m. Houve uma divergência dos dados encontrados na literatura, que pode ser atribuída a assoreamento e a diferenças metodológicas. O perfil limnológico do reservatório apresentou uma evidente estratificação, podendo ser definido o epilímnio até os 8m, o metalímnio até os 18m e o hipolímnio a partir dos 18m. Através do resultado das variáveis limnológicas e cálculo do Índice de Estado Trófico (IET), o reservatório foi avaliado como de oligotrófico, embora apresente claramente algumas regiões mesotróficas no braço onde entra o seu principal tributário. Assim, conclui-se que houve mudanças na morfometria desse reservatório desde o último estudo feito em 2004, que podem afetar a sua qualidade de água e comprometer a sua vida útil, já que trata-se de um reservatório de abastecimento.
Resumo em lingue estrangeira: The morphometry of a reservoir consists of measuring physical parameters which define its shape and structure. In turn the morphometric parameters, affect almost all the physico-chemical and biological characteristics of a particular body of water, notably the heat-exchange relationship with the atmosphere. This work aimed at the creation of a new bathymetric chart of the main compartments inside the reservoir, with the calculation of primary and secondary parameters, as well as studying the horizontal distribution of limnological variables. The study was conducted in the reservoir supply Serra Azul, located in the metropolitan region of Belo Horizonte / MG, belonging to the COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG. The bathymetric survey also includes the specific hidroacustics survey, the consolidation of a base map with submeter accuracy. The new bathymetric chart data showed little contrast with the literature. The area, volume and maximum depth were found respectively 9.11 km2, 8.16 x 107m3, and 47.3 m. There was a divergence of data found in literature, which can be attributed to siltation and methodological differences. The limnological profile of the reservoir showed a clear stratification, the epilimnion may be set up to 8m, the metalímnio up to 18m and from depth, the hypolimnion. Through the result of limnological variables and calculating the Trophic State Index (TSI), the reservoir was evaluated as oligotrophic, although it has some clear mesotrophic regions where the arm enters its main tributary. Thus, it is concluded that there were changes in the morphology of this reservoir since the last study in 2004 that could affect water quality and compromise its existence as a water supply reservoir.
URI: http://hdl.handle.net/1843/BUOS-92YP4X

Files in this item

Files Size Format View
disserta__o__denise.pdf 4.873Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record