Arquitetura na periferia: uma experiência de assessoria técnica para grupos de mulheres

Biblioteca Digital - UFMG

Arquitetura na periferia: uma experiência de assessoria técnica para grupos de mulheres

Show full item record

Title: Arquitetura na periferia: uma experiência de assessoria técnica para grupos de mulheres
Author: Carina Guedes de Mendonça
Orientador: Silke Kapp
Banca:
Presidente: Silke Kapp
Subject: Habitação popular Teses; Prática arquitetônica Teses; Arquitetura de habitação Teses; Comunidade urbana Desenvolvimento Teses; Participação popular Teses
Palavra-chave: Assessoria técnica; Práticas arquitetônicas; Moradia; Autonom
Date: 23-07-2014
Publisher: UFMG
Abstract: Esta dissertação apresenta um processo de assessoria técnica a grupos de mulheres de baixíssima renda para a melhoria de suas moradias. O trabalho de arquitetos junto aqueles que moram na periferia ainda é escasso, mesmo sendo o local onde se encontra a maior demanda por melhorias habitacionais. A pesquisa partiu da hipótese de que é possível oferecer assessoria técnica de arquitetura a uma camada socialmente excluída, mediante a reformulação dos procedimentos profissionais convencionais, sem depender de recursos públicos e sem que seja necessária a organização prévia dos moradores. A partir de uma análise do contexto social das pessoas de baixíssima renda e da própria estrutura do campo da arquitetura, e tomando como base os trabalhos do Grameen Bank e do grupo de pesquisa MOM, essa pesquisa apresenta um processo de assessoria pautado pelo trabalho em grupo e pelo compartilhamento de informações, ao invés da simples oferta de um produto. Tal processo não se restringe à elaboração de projetos técnicos abrange desde a explicitação das necessidades e desejos do morador até o planejamento, o financiamento e o acompanhamento das obras. Sobretudo, visa à autonomia das participantes, no sentido de lhes fornecer as informações para ampliarem o seu leque de escolhas e tomarem as decisões, em vez de torná-las dependentes. Mais do que participar, os clientes desse processo devem ser seus protagonistas.
Resumo em lingue estrangeira: This dissertation presents a method of technical assistance to groups of women with very low income to improve their homes. The work of architects with those living in the periphery is still scarce, even though its where the greatest demand for housing improvements exists. The research started with the hypothesis that it is possible to offer technical assistance of architecture to a socially excluded population, by reformulating the conventional professional procedures, without the need to rely on public funds and with no prior organization of the participants. From an analysis of the social context of people with very low income and of the structure of architectures field, and based on the works of the Grameen Bank and the research group MOM, this research presents a process guided by the work in groups and the sharing of information, rather than simply offering a product. This process is not restricted to the development of technical designs - it covers from the expression of needs and desires of the residents to the planning, funding and monitoring of the construction works. Above all, seeks the autonomy of the participants, in order to provide them with the information needed to broaden their choices and make their decisions, instead of making them dependent. More than being participants, customers of this process should be the protagonists.
URI: http://hdl.handle.net/1843/BUOS-9NMHJ4

Files in this item

Files Size Format View
carina_guedes_arquitetura_na_periferia_2014.pdf 20.24Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record