Avaliação das abordagens terapêuticas para agressores sexuais portadores de transtornos parafílicos

Biblioteca Digital - UFMG

Avaliação das abordagens terapêuticas para agressores sexuais portadores de transtornos parafílicos

Show full item record

Title: Avaliação das abordagens terapêuticas para agressores sexuais portadores de transtornos parafílicos
Author: Alessandra de Fatima Almeida Assumpcao
Orientador: Frederico Duarte Garcia
Co-orientador: Humberto Correa da Silva Filho
Banca:
Presidente: Frederico Duarte Garcia
Membro: Maila de Castro Lourenco das Neves; Maycoln Leôni Martins Teodoro
Subject: Comportamento sexual; Parafilia/terapia DeCS; Violência sexual DeCS; Transtornos mentais DeCS; Transtornos da personalidade DeCS; Estupro DeCS; Personalidade DeCS; Comportamento sexual/terapia DeCS; Nível de saúde DeCS; Disfunções sexuais psicogênicas DeCS; Inibidores de captação de serotonina/uso terapêutico DeCS; Dissertações acadêmicas DeCS; Dissertação da Faculdade de Medicina da UFMG.
Palavra-chave: Agressores sexuais; Transtornos Parafílicos; Dependência sexual
Date: 08-09-2014
Publisher: UFMG
Abstract: A agressão sexual é um fenômeno universal que atinge, indistintamente, pessoas de todas as classes sociais, etnias, religiões e culturas. A agressão sexual é um problema de saúde e de segurança pública que acarreta numerosos custos e consequências para as vítimas, para os agressores, para os familiares de ambos e para a sociedade como um todo. No presente trabalho, serão avaliadas as opções de abordagens terapêuticas para agressores sexuais portadores de transtornos parafilicos e o tratamento psicoterapêutico para pessoas com dependência sexual. O primeiro estudo é uma revisão sistemática que teve por objetivo revisar os tratamentos psicoterapêuticos em pessoas com dependência sexual. O segundo artigo também se trata de uma revisão sistemática e teve por objetivo revisar as pesquisas mais recentes em tratamento farmacológico para agressores sexuais com transtornos parafílicos. O terceiro artigo, por sua vez, teve como objetivo revisar o estado da arte no tratamento farmacológico de pacientes com parafilias. Os resultados das revisões de literatura sugerem que a combinação das abordagens farmacoterapêutica e psicoterapêutica pode reduzir e, até mesmo eliminar os comportamentos sexuais desviantes em agressores sexuais com transtorno parafílico. Observou-se que tanto o tratamento com os inibidores de seletivos de recaptação de serotonina (ISRS) quanto os hormônios antiandrogênicos são medicamentos eficazes na diminuição da reincidência de agressores sexuais com transtornos parafílicos. No que diz respeito ao tratamento psicoterapêutico alguns estudos indicam comprovada efetividade com as abordagens Terapia Cognitivo-Comportamental e a Prevenção de Recaídas. De maneira geral, observou-se que os estudos de efetividade sobre as abordagens terapêuticas para agressores sexuais com transtornos parafílicos são insuficientes e que são necessários maiores investimentos em pesquisa, sobretudo em áreas como neurociências e neuroimunologia visto que contribuirão com o desenvolvimento de novos medicamentos mais específicos e com menores efeitos adversos.
Resumo em lingue estrangeira: Sexual assault is a universal phenomenon that strikes indiscriminately, people of all social classes, ethnicities, religions and cultures. Sexual assault is a problem of health and public safety that entails numerous costs and consequences for the victims, for offenders, for their families and for society as a whole. In the present study, therapeutic approaches to sexual offenders with paraphilic disorders will be evaluated as well as psychotherapeutic treatment for people with sexual addiction. The first study is a systematic review which aimed to review the psychotherapeutic treatments in people with sexual addiction. The second article is also a systematic review and aimed to investigate the latest research on pharmacological treatment for sex offenders with paraphilic disorders. The third article, in turn, aims to review the state of art in the pharmacological treatment for patients with paraphilias. The results suggest that the combination of pharmacotherapeutic and psychotherapeutic approaches can reduce and even eliminate deviant sexual behaviors in sexual offenders with paraphilic disorder. It was observed that both treatment with selective inhibitors of serotonin reuptake (SSRI) and the antiandrogen hormones are effective drugs in reducing the recidivism of sex offenders with paraphilic disorders. With regard to the psychotherapeutic treatment studies indicate some proven effectiveness with Cognitive Behavioral Therapy and Relapse Prevention approaches. In general, it was observed that the effectiveness studies on therapeutic approaches to sexual offenders with paraphilic disorders are insufficient and that greater investment is needed in research, especially in areas such as neuroscience and neuroimmunology as they contribute to the development of new drugs, more specific ones and with less adverse effects. Finally, more robust studies of psychotherapeutic interventions are needed in order to develop more effective treatments.
URI: http://hdl.handle.net/1843/BUOS-9R7EVV

Files in this item

Files Size Format View
disserta__o_v10_21_8_2014.pdf 942.2Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record