Os sertões de Euclides da Cunha e a engenharia espetacular do Teat(r)o oficina de José Celso Martinez Corrêa

Biblioteca Digital - UFMG

Os sertões de Euclides da Cunha e a engenharia espetacular do Teat(r)o oficina de José Celso Martinez Corrêa

Show full item record

Title: Os sertões de Euclides da Cunha e a engenharia espetacular do Teat(r)o oficina de José Celso Martinez Corrêa
Author: Dagmar Patricia Mc Quade Antonacci
Orientador: Marcos Antonio Alexandre
Banca:
Presidente: Marcos Antonio Alexandre
Membro: Sara Del Carmen Rojo de La Rosa; Fernando Antonio Mencarelli
Suplente: Denise Araújo Pedron
Subject: Correa, José Celso Martinez, 1937- Crítica e interpretação Teses.; 600 14 Cunha, Euclides da, 1866-1909 Sertões Crítica e interpretação Teses.; 650 4 Teatro brasileiro Teses.; 650 4 Teatro Oficina Teses.; 650 4 Critica teatral Teses.; 650 4 Literatura Teses.
Palavra-chave: arte; pós-moderno; vida
Date: 10-12-2009
Publisher: UFMG
Abstract: A presente pesquisa procurou desenvolver uma reflexão sobre a leitura que José Celso Martinez Corrêa fez da personagem Euclides da Cunha e de sua obra Os sertões, criando, assim, uma segunda obra. A peça é dividida em cinco partes A Terra, O Homem I, O Homem II, A Lutas I e A Luta II - cada uma sendo apresentada em um dia, podendo ser vista e analisada como um texto espetacular à parte ou como parte integrada à montagem maior, ou seja, Os sertões do Teatro Oficina. Nesse sentido, o texto dramatúrgico/espetacular de José Celso é analisado como uma leitura/concepção de Os Sertões de Euclides da Cunha, porém situado num contexto pós-moderno, que reproduz, por sua vez, todas as suas contradições e particularidades: as linguagens utilizadas são múltiplas e as fronteiras entre poesia, história e ficção são tênues, quase imperceptíveis. Em ambas as obras não há separação entre arte/vida de seus a(u)tores, elas se completam e criam um efeito de arte como experiência a ser multiplicada
URI: http://hdl.handle.net/1843/ECAP-7YMMAX

Files in this item

Files Size Format View
dissertacao_definitiva_winpdf.pdf 5.537Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record