Bases de saber: arqueologia da informação sobre transgênicos

Biblioteca Digital - UFMG

Bases de saber: arqueologia da informação sobre transgênicos

Show full item record

Title: Bases de saber: arqueologia da informação sobre transgênicos
Author: Terezinha de Fatima Carvalho de Souza
Orientador: Beatriz Valadares Cendon
Banca:
Presidente: Beatriz Valadares Cendon
Membro: Lidia Alvarenga; Madalena Martins Lopes Naves; Isis Paim; Marlene de Oliveira
Subject: Ciência da informação Teses.
Palavra-chave: Transgênicos; Bases de saber; Arqueologia da informação
Date: 05-06-2008
Publisher: UFMG
Abstract: Para a tomada de decisão sobre questões com elevado grau de complexidade não é suficiente considerar apenas os aspectos científicos. Algumas questões possuem tal imbricação com seus aspectos legais, políticos e econômicos que tentar isolá-las, apenas nos seus aspectos científicos, torna a compreensão destas questões bastante fragmentada. Como problema de pesquisa foi estabelecido como a Ciência da Informação pode contribuir para a compreensão de temas complexos multidisciplinares e interdisciplinares, que envolvem a ciência, a política, a economia e a legislação. A hegemonia do conhecimento científico como instaurador da verdade, e provedor de parâmetro para entendimento da realidade, revela-se insuficiente, embora ainda represente na sociedade contemporânea um campo vasto de justificativas para o estabelecimento de ações sociais e políticas. Para a pesquisa tomamos como fato as discussões em torno do tema trangênicos a partir do reconhecimento de que não basta reunir informações sobre o que são transgênicos, suas vantagens e riscos, a partir das pesquisas científicas realizadas. É necessária a criação de um repositório de informações que denominamos de base de saber, que possa contribuir para a compreensão do processo de formação do discurso existente sobre o tema. Essa denominação se apóia no conceito apresentado por Michel Foucault, em quem nos baseamos como suporte metodológico para estabelecer, através de estudos arqueológicos do discurso, a arqueologia da informação. Tomamos como objetivo geral compreender as possibilidades de construção de bases de saber com a utilização da análise arqueológica da informação, com vistas a auxiliar os gestores na tomada de decisão. O delineamento da pesquisa baseou-se nos documentos gratuitamente disponíveis na internet no âmbito do Estado, representado pelos discursos dos senadores; da Comunidade Científica, através da Embrapa e da representação da Sociedade Civil, com a análise do documento final do Seminário Ameaça dos Transgênicos Propostas da Sociedade Civil. Para a análise do discurso estabelecemos frames de acordo com a abordagem científica, normativa, econômica e política. Finalmente percebemos que a ciência não consegue isoladamente explicar a realidade complexa da qual faz parte os transgênicos e que a construção de bases de saber sobre transgênicos, que inclua conhecimento científico e saberes econômicos, políticos e legais, poderá contribuir para a compreensão dessa realidade e fornecer subsídios para a tomada de decisão.
Resumo em lingue estrangeira: For the decision-making on issues with a high degree of complexity, it is not enough to consider only the scientific aspects. Some matters have such overlap with legal, political and economic aspects that to isolate them, only in their scientific aspects, will make the understanding of these issues too fragmented. As research problem, we ask how Information Science can contribute to the understanding of complex, multidisciplinary and interdisciplinary subjects, which involve science, politics, economy and legislation. The hegemony of scientific knowledge as the stablisher of the truth, and the provider of parameters for understanding reality is insufficient, although it still represents in contemporary society abroad field of justifications to establish social actions and policies. As an example, we took as fact the discussions around the theme "Genetically Modified Organisms - GMOs", since we realized that just to gather information taken from scientific research on what they are, their benefits and risks, is not enough. It is necessary to create a repository of information which we call knowledge basis, that may contribute to the understanding of the building process of the existing discourse on the subject. This designation is based on the concept presented by Michel Foucault, on whom we rely as methodological support to establish, through archaeological studies of discourse, the archaeology of information. Our main objective was to understand the possibilities of building knowledge bases by using archaeological analysis of information, in order to assist managers in decision making. The design of the research was based on documents freely available on the Internet in the domain of the State, represented by the speeches of senators; Scientific Community, through Embrapa and representation of Civil Society, with the analysis of the final document from the seminar Threat of GMOs -- Proposals from Civil Society. For the analysis of discourse we established frames according to the scientific, regulatory, economic and political approaches. Finally we realized that science alone can not explain the complex reality in which the GMOs take part and that the construction of knowledge bases about them, which include scientific, economic, political and legal knowledge can contribute to the understanding of this fact and provide subsidies for decision.
URI: http://hdl.handle.net/1843/ECID-7HUGQV

Files in this item

Files Size Format View
teseversaofinal2009_1__1_.pdf 1.203Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record