Arranjos domiciliares e perfis de consumo: um estudo sobre a nova classe média na RMBH, 2003-2014

Biblioteca Digital - UFMG

Arranjos domiciliares e perfis de consumo: um estudo sobre a nova classe média na RMBH, 2003-2014

Show full item record

Title: Arranjos domiciliares e perfis de consumo: um estudo sobre a nova classe média na RMBH, 2003-2014
Author: Ana Clara Jardim Santos de Abreu
Orientador: Paula de Miranda Ribeiro
Banca:
Presidente: Paula de Miranda Ribeiro
Co-orientador: Eduardo Luiz Goncalves Rios Neto
Membro: Simone Wajnman; Maria Carolina Tomás
Subject: Classe média Belo Horizonte, Região Metropolitana de (MG) Teses.; Consumo (Economia) Belo Horizonte, Região Metropolitana de (MG) Teses.
Palavra-chave: Classe média; Arranjos domiciliares; Consumo
Date: 16-03-2015
Publisher: UFMG
Abstract: A população brasileira desde 1994 vem passando por mudanças econômicas e sociais muito importantes. Junto a isto é possível observar mudanças demográficas com respeito aos arranjos domiciliares em que se organizam as pessoas devido à queda da fecundidade, envelhecimento populacional, entrada da mulher no mercado de trabalho além de mudanças nos valores societários. Isto possibilitou a emergência e ampliação de uma nova classe média que, através das linhas de crédito e aumento de renda, modificou seu estilo de vida e padrões de consumo. A partir deste quadro e utilizando o conceito criado pela SAE (Secretaria de Assuntos Estratégicos), a Dissertação pretende discutir e investigar a relação entre arranjos domiciliares e padrões de consumo da nova classe média ao longo do tempo, através da construção de um modelo estatístico a partir da curva de Engel, tendo como variáveis dependentes as demandas alimentação, fumo e bebidas alcoólicas e vestuário feminino e itens de beleza e a partir da realização de grupos focais, que proporcionam maior entendimento sobre os gastos dentro dos domicílios, as mudanças ao longo do tempo e percepções a respeito do conceito de classe média. Para maior diálogo entre as metodologias, foram utilizados os dados da POF 2002-2003 e 2008-2009 somente para a população de RMBH,no caso do modelo estatístico, enquanto os grupos focais serão feitos com chefes de domicílios pertencentes a esta mesma região. A partir destas ferramentas, observou-se uma mudança ao longo do tempo dos arranjos domiciliares, de valores aceitos socialmente, dos hábitos de consumo, o aumento do número de pessoas pertencentes à nova classe média e, além disso, a identificação do sentimento de pertencimento à classe média nos participantes independente de sua renda.
Resumo em lingue estrangeira: The Brazilian population since 1994 gone through a very important economic and social changes. Next to this is possible to see demographic changes on living arrangements that are organized people due to the fall of fertility, population aging, women's entry into the labor market as well as changes in societal values. This allowed the emergence and expansion of a new middle class that, through credit lines and increased income, changed their lifestyles and consumption patterns. From this table and on the concept created by SAE (Secretariat of Strategic Affairs), this study intends to discuss and investigate the relationship between household arrangements and patterns of the new middle class over time, by building a statistical Engel curve model, with the dependent variables demands "food", "smoking and alcohol" and "women's clothing and beauty items" and from the focal groups, which provide better understanding of the spending inside of the households , the changes over time and the perceptions about the middle class concept. For greater dialogue between the methodologies, the database used wre POF 2002-2003 and 2008-2009 only for the people of Belo Horizonte and surround, in the case of the statistical model, while the focus groups was accomplish with heads of households belonging to the same region. Using those two methodology, there was perceived a change over time in household arrangements, socially accepted values, consumption habits, the growth of the number of people belonging to the new middle class and also the identification of the feeling of belonging to the middle class regardless of participants income.
URI: http://hdl.handle.net/1843/FACE-AEQPG2

Files in this item

Files Size Format View
disserta__o_ana_clara_jardim_pdf.pdf 1.608Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record