Educação e masculinidade na produção jornalística e literária de Bernardo Guimarães (1852-18823)

Biblioteca Digital - UFMG

Educação e masculinidade na produção jornalística e literária de Bernardo Guimarães (1852-18823)

Show full item record

Title: Educação e masculinidade na produção jornalística e literária de Bernardo Guimarães (1852-18823)
Author: Matheus da Cruz e Zica
Orientador: Luciano Mendes de Faria Filho
Banca:
Presidente: Luciano Mendes de Faria Filho
Membro: Eliane Marta Santos Teixeira Lopes; Ana Maria de Oliveira Galvao
Subject: Educação História Teses ; Escritores brasileiros Séc XIX ; Jornalismo; Literatura brasileira
Palavra-chave: Produção jornalística e literária; Práticas educativas; Masculinidade.
Date: 26-08-2008
Publisher: UFMG
Abstract: Esta dissertação aborda a produção literária e jornalística (1852-1883) de Bernardo Guimarães, procurando elucidar em quê o entendimento destas práticas pode nos levar a uma compreensão mais alargada da Educação nos oitocentos. Pudemos perceber, nesta pesquisa, que o recurso à oralidade, por parte de Guimarães, visto de maneira negativa por parte de intérpretes clássicos, viria justamente revelar sua consciência sobre sua produção, sobre a forma mais recorrente de leitura em sua época, qual seja a leitura em voz alta, difundida pelo hábito de ler jornais daquela maneira, e sobre a população a quem o autor queria, com este procedimento, atingir. Vimos também que as práticas jornalísticas e literárias continham ainda outros pontos em comum no século XIX. Ao mostrar a aproximação destas duas práticas em relação ao público leitor a que se destinavam, na formas de escrita e na forma de se posicionarem perante o público, nosso trabalho acabou por evidenciar uma preocupação com uma posição educativa por parte de ambas. Além disso, observamos que nos dois ramos de sua produção é possível identificar uma preocupação educativa também em relação às discussões políticas sobre identidade nacional ocorridas naquele período. Assim sendo, argumentamos que Bernardo Guimarães teria utilizado metáforas através das quais os desafios vividos pelos protagonistas de suas histórias representariam os desafios a serem enfrentados pela própria nação, uma vez que existiam coincidências entre as características das personagens principais e as da maioria da população do país naquele período: jovens, sertanejos e mestiços. Ademais, esta dissertação também trará análises acerca de algumas questões sobre as representações da masculinidade no século XIX, a partir da produção literária de Bernardo Guimarães. O autor parecia querer explicitar, em seus escritos, a lógica masculina de colecionar mulheres. Foram utilizados ao longo desta dissertação romances de Bernardo Guimarães tais como: O Ermitão de Muquém (1869), O Seminarista (1872), O Garimpeiro (1872), A Escrava Isaura (1875), dentre outros; suas poesias completas reunidas por Alphonsus de Guimarães Filho, em 1959; e suas poesias eróticas e satíricas reunidas por Duda Machado, em 1992. Também utilizamos seus artigos escritos entre 1859 e 1861 no jornal A Actualidade, hoje conservado na Biblioteca Nacional.
Resumo em lingue estrangeira: This dissertation approaches the literary and journalistic production (1852-1883) of Bernardo Guimarães, seeking to elucidate how the better understanding of such practices can lead us to a wider comprehension of the education in 18th century. We have realized, in this research, that the appeal for the orallity, on the part of Guimarães, which is seen in a negative way on the part of the classic interpreters, would come just to reveal his conscience about his production, about the most recurring form of reading in his time, namely the practice of reading aloud, spread by the habit of reading newspaper in that way, and about the population to who the author wished, with this procedure, to reach. We also have seen that the journalistic and literary practices have already other points in common in 19th century. By showing how close those two practices are, in relation to the reader whom they are addressed to, to the forms of writing, and to the form of placing themselves before the public, our work ended up exposing in them both concern in with an educational position. We reason out, with these verifications, that the coincidences, even among the content transmitted by journalism and literature, in Bernardo Guimarães, would indicate an educational pretension in the author´s own literary writings. Moreover, we observed that in these two branch of his written production it is possible to identify an educational concern also in relation to the politic discussions about national identity occurred in that period. In such case, we discussed that Bernardo Guimarães have used metaphors through which the challenges faced by the main characters of his stories would represent the challenges to be faced by the very nation, since there were coincidences between the main characters features and the ones of the nation in that period: youths, dwellers of the back country, and mixed races. Besides, this dissertation will also bring analysis of some questions about the representations of the masculinity of the 19th century, from the literary production of Bernardo Guimarães. The author seemingly wished to explain by his writings the masculine logic of collecting women.
URI: http://hdl.handle.net/1843/FAEC-84YGYX

Files in this item

Files Size Format View
disserta__o_matheus_zica_2008.pdf 605.6Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record