Sistema deposicionais e estudos de proveniência sedimentar do Supergrupo Espinhaço e do Grupo Macaúbas na porção ocidental do Anticlinal de Itacambira (MG)

Biblioteca Digital - UFMG

Sistema deposicionais e estudos de proveniência sedimentar do Supergrupo Espinhaço e do Grupo Macaúbas na porção ocidental do Anticlinal de Itacambira (MG)

Show full item record

Title: Sistema deposicionais e estudos de proveniência sedimentar do Supergrupo Espinhaço e do Grupo Macaúbas na porção ocidental do Anticlinal de Itacambira (MG)
Author: Mariana Meireles Leite
Orientador: Maximiliano de Souza Martins
Banca:
Presidente: Maximiliano de Souza Martins
Membro: Alexandre Uhlein; Andre Dandefler Filho
Subject: Fácies (Geologia) -- Teses.; Geologia estratigráfica -- Teses.; Luminescência -- Teses.
Palavra-chave: Espinhaço Setentrional; Análise de fácies; Catodoluminescência; Sequência rifte; Bacia Macaúbas; Proveniência sedimentar
Date: 20-06-2013
Publisher: UFMG
Abstract: O presente trabalho utiliza da análise de fácies sedimentares e proveniência sedimentar para as Bacias proterozoicas Espinhaço e Macaúbas (fase rifte), na região sul do Espinhaço Setentrional, centro norte de Minas Gerais. A área de pesquisa está inserida no flanco oeste do Anticlinal de Itacambira, feição morfológica que marca o início do Espinhaço Setentrional em Minas Gerais. O crescente número de dados geocronológicos obtidos recentemente acerca das unidades proterozoicas do Orógeno Araçuaí geram necessidade de aquisição de novos dados que sustentem e corroborem as novas propostas de evolução para o segmento crustal. Uma das possíveis abordagens para elucidar tais questões, diz respeito à análise de sistemas deposicionais associados aos dados de proveniência sedimentar. Neste trabalho, a análise de fácies e sistemas deposicionais foi feita com base em perfis em escala 1:25.000 e em colunas sedimentares em escala 1:5000 levantadas ao longo das unidades de interesse. O estudo da proveniência foi embasado pelas análises de isótopos U-Pb, catodoluminescência e geoquímicas. No mapeamento, foram reconhecidos o embasamento cristalino - representado pelos gnaisses e granitóides do Complexo Porteirinha; o Supergrupo Espinhaço - representado pelas Formações Resplandecente e Matão, e o Grupo Macaúbas - representado pelas Formações Duas Barras e Serra do Catuní. A Bacia Espinhaço foi reconhecida como uma bacia do tipo sag, com deposição da Formação Resplandecente em ambiente continental eólico, de clima árido. Já a Formação Matão representa fase de incursão marinha com depósitos de sistemas costeiros com alta influência da zona de swash e correntes do tipo longshore. Separado por uma discordância erosiva, ocorre a Formação Duas Barras, Grupo Macaúbas, sedimentada em sistema de leques aluviais a fluvial entrelaçado, relacionada à fase rifte da Bacia Macaúbas. As idades de grãos detríticos de zircão obtidas para o Supergrupo Espinhaço variam de 3174±10Ma a 1805±140Ma indicando forte influência do Bloco Porteirinha como fonte de sedimentos para as Formações Resplandecente e Matão. Os dados U-Pb de zircão detrítico obtidos para a Formação Duas Barras do Grupo Macaúbas apontam idade máxima de sedimentação em 1198 ± 31 Ma, sugerindo variação de área-fonte em relação a dados da literatura, tais como aqueles que apontam contribuição do magmatismo toniano (1000 - 900Ma) para unidades basais do Grupo Macaúbas.
Resumo em lingue estrangeira: This study proposes the use of facies analysis and studies of sedimentary provenience in the Espinhaço and Macaúbas (rift fase) proterozoic basins, in the region of Espinhaço Setentrional, north of MG state. The study area is located in the east side of Itacambira anticline, the most important morphological feature in area. The crescent number of geochronological data about the proterozoic sedimentary sequences in the area of Araçuaí Orogen creates the need of more solid material to correlated these units and achieve a better understand of the them. The approache used in this work is the facies analysis combined with the provenience stydies. The data collected is based on sedimentary profiles in 1:5000 and 1:25000 scale. Within these profiles a compilation map were made. In this mapping were recognized the Porteirinha Complex (gneiss and granitoids), the sadstones of Espinhaço Supergroup (Resplandecente and Matão formations) and the Macaúbas Group represented by Duas Barras and Serra do Catuní formations. The provenience studies were based in isotopic analysis (U-Pb in dentritical zircons), catodoluminescence of quartz, and geochemical data. For the Espinhaço Basin were recognized a sag fase with deposition in arid conditions of the Resplandecente desert, followed by the incursion of a shallowsea and deposition of Matão formation. The Matão Formation was deposited in a shoreline system dominated by Swach zone and longshore stream. Above this sequence in erosive discordance occurs the Duas Barras Formation related to an alluvial fan and a braided river system. This unit represents the rift sequence of Macaúbas Basin. The provenience studies revels that the Porteirinha Block represents the most important source of Espinhaço units, with ages between 3174±10Ma to 1805±140Ma. In Duas Barras Formation mesoproterozoic sources are more representative, although proterozoic and archean sources are still present. The maximum sedimentation age is 1198±31Ma.
URI: http://hdl.handle.net/1843/IGCC-9K5QFA

Files in this item

Files Size Format View
mest_m_m_leite_2013.pdf 22.39Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record