Relações entre a cultura hacker e a intervenção urbana

Biblioteca Digital - UFMG

Relações entre a cultura hacker e a intervenção urbana

Show full item record

Title: Relações entre a cultura hacker e a intervenção urbana
Author: Koji Pereira
Orientador: Carlos Henrique Rezende Falci
Banca:
Presidente: Carlos Henrique Rezende Falci
Membro: Eduardo Antonio de Jesus; Francisco Carlos de Carvalho Marinho
Subject: Arte e tecnologia Teses.; Intervenções urbanas Teses.; Hacker Teses.; Arte e sociedade Teses.; Teses EBA.
Palavra-chave: Arte e tecnologia; Cultura hacker; Espaço público
Date: 03-08-2012
Publisher: UFMG
Abstract: A comodificação da arte gera um movimento que, na contramão dessa tendência, vem utilizando a arte como ferramenta de transformação social. Uma das mais proeminentes formas de questionar a arte como mercadoria é utilizar de mecanismos artísticos para fomentar a apropriação do espaço urbano e a autonomia. Um pouco além da mera participação do público na obra, este trabalho procura entender quais são as possibilidades de criação coletiva através de processos artísticos na experiência vivida pelas pessoas. A cultura hacker aqui ésugerida como peça fundamental e é uma inspiração para essa abertura ao empoderamento do espaço. Essas discussões foram desenvolvidas à luz de dois trabalhos práticos desenvolvidos, ambos expostos ao público. Um que lida com a lógica hacker do faça-você-mesmo e da virtualidade e o outro discute as questõesrelativas ao espaço urbano e ao empoderamento do espaço. O objetivo é tanto de analisar algumas possibilidades, quanto de documentar abertamente o processo de criação e divulgação dos trabalhos.
Resumo em lingue estrangeira: The commodification of art has generated a dissident movement who has been using art as a tool for social change. One of the most prominent ways to discuss art as a commodity is using artistic processes to promote the urban space appropriation and the autonomy. Beyond the simple aesthetic public insertion in an art piece, thisdissertation aims to understand what are the possibilities and limits of the collective creation through artistic processes into people's lived experience. The hacker culture here is suggested as a fundamental part and it's an inspiration for the opening for empowerment on space. These discussions were developed under the light of two practical works, both exposed to the public. The first deals with the do-it-yourself hacker's ethics and about virtuality. The second elaborates about questions related to the urban space and the space empowerment. The objective is both analyze some possibilities, and document openly the creation process and the work publishing.
URI: http://hdl.handle.net/1843/JSSS-95ZFAF

Files in this item

Files Size Format View
disserta__o_final.pdf 67.44Mb PDF View/Open
disserta__o_final.pdf 67.44Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record