Elaboração e validação do questionário sobre qualidade de vida de atletas (QQVA)

Biblioteca Digital - UFMG

Elaboração e validação do questionário sobre qualidade de vida de atletas (QQVA)

Show full item record

Title: Elaboração e validação do questionário sobre qualidade de vida de atletas (QQVA)
Author: Renata de Andrade Cunha
Orientador: Dietmar Martin Samulski
Banca:
Presidente: Dietmar Martin Samulski
Membro: Marco Túlio de Mello; Mauro Heleno Chagas
Subject: Atletas Teses; Qualidade de vida Teses; Análise fatorial Teses; Educação física Teses; Estudos de validação DeCS
Palavra-chave: qualidade de vida; atletas; questionário; validação; análise fatorial; exploratória.
Date: 29-09-2008
Publisher: UFMG
Abstract: O esporte pode causar prejuízos à qualidade de vida dos atletas devido a desequilíbrios físicos, psicológicos e sociais causados por fatores como, por exemplo, lesões, número excessivo de treinamentos e competições e nervosismo excessivo durante as competições. O objetivo desse estudo foi elaborar e validar um instrumento para medir a percepção de qualidade de vida de atletas brasileiros de ambos os gêneros e de diferentes modalidades esportivas individuais e coletivas, o Questionário sobre Qualidade de Vida de Atletas. A amostra foi composta por 298 atletas, sendo 179 homens (60,1%) e 119 mulheres (39,9%). A média de idade foi de 16,53 ± 1,74 anos. Os atletas pertenciam a 12 diferentes modalidades esportivas: natação, basquetebol, futsal, futebol, handebol, taekwondo, tênis de campo, voleibol, esgrima, tiro com arco, ciclismo e atletismo. A seleção dos itens do instrumento foi realizada com base na revisão de literatura sobre qualidade de vida, na Teoria da Ação e no conceito e no questionário de qualidade de vida da Organização Mundial de Saúde (WHOQOL-100). O Coeficiente de Validade de Conteúdo do instrumentoobtido pela avaliação dos juízes para a clareza da linguagem e para a pertinência prática foram, respectivamente, 0,9509 e 0,9214. A análise fatorial, utilizando-se o método de componentes principais e rotação ortogonal Varimax, encontrou uma solução final de 14 itens agrupados em cinco fatores, diferentemente das três dimensões teóricas (biológica, psicológica e social) nas quais os juízes foram solicitados a classificar os itens. O índice KMO foi de 0,723 e a prova de esfericidadede Bartlett evidenciou que existem correlações significativas (p=0,000) entre os itens. As comunalidades mostraram valores entre 0,644 e 0,838. Os itens apresentaram cargas fatoriais entre 0,754 e 0,898 com o fator no qual foram agrupados e cargas fatoriais menores que 0,280 com os outros fatores. A variância total explicada foi de 74,060%. A consistência interna medida pelo Alpha de Cronbach foi de 0,733 (instrumento no geral), 0,855 (Fator Sinais e Sintomas de Supertreinamento), 0,820 (Fator Condições Básicas para Saúde), 0,723 (Fator Relacionamento Social no Ambiente Esportivo), 0,793 (Fator Estados Emocionais do Atleta) e 0,757 (Fator Planejamento e Periodização do Treinamento Esportivo). O instrumento pode ser considerado válido e fidedigno para a avaliação da percepçãoda qualidade de vida de atletas
Resumo em lingue estrangeira: The sport can cause damages to the quality of life of athletes due to physical, psychological and social imbalances caused by factors such as injuries, excessive number of training and competitions and excessive nervousness during the competitions. The purpose of this study was to construct and validate an instrument to measure the perception of quality of life of Brazilian athletes of both genders and different individual and collective sports, the Questionnaire on Quality of Life for Athletes. The sample was composed of 298 athletes, with 179 men (60,1%) and 119women (39,9%). The mean age was 16,53 ± 1,74 years. The athletes belong to 12 different sports: swimming, basketball, futsal, soccer, handball, taekwondo, tennisfield, volleyball, fencing, archery, cycling and athletics. The selection of items of the instrument was based on literature review of quality of life, in the Theory of Action and in the questionnaire and the concept of quality of life of the World Health Organization (WHOQOL-100). The Content Validity Coefficient of the instrumentobtained by the evaluation of judges for the clarity of language and the practical pertinence were, respectively, 0,9509 and 0,9214. The factor analysis using the method of principal components and orthogonal Varimax rotation found a final solution of 14 items grouped into five factors, unlike the three theoretical dimensions (biological, psychological and social) in which the judges were asked to classify the items. The KMO index was 0,723 and the test of sphericity of Bartlett showed thatthere are significant correlations (p = 0,000) among the items. The commonalities showed values between 0,644 and 0,838. The items had factorial loads between 0,754 and 0,898 with the factor in which were grouped and factorial loads lower than 0,280 with other factors. The total explained variance was 74,060%. The internal consistency measured by the Cronbach's Alpha was 0,733 (general instrument), 0,855 (Signs and Symptoms of Overtraining Factor), 0,820 (Basic Conditions for Health Factor), 0,723 (Social Relationship in Sports Environment Factor), 0,793(Emotional States of the Athlete Factor) and 0,757 (Planning and Periodization of Sportive Training Factor). The instrument can be considered valid and reliable for assessing the perception of the quality of life for athletes.
URI: http://hdl.handle.net/1843/KMCG-7NRM33

Files in this item

Files Size Format View
disserta__o_renata.pdf 917.8Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record