A referenciação metalinguística nas inter@ções mediadas pelo computador

Biblioteca Digital - UFMG

A referenciação metalinguística nas inter@ções mediadas pelo computador

Show full item record

Title: A referenciação metalinguística nas inter@ções mediadas pelo computador
Author: Mauriceia Silva de Paula Vieira
Orientador: Heliana Ribeiro de Mello
Banca:
Presidente: Heliana Ribeiro de Mello
Membro: Antonio Carlos dos Santos Xavier; Vicente Aguimar Parreiras; Tommaso Raso; Ricardo Augusto de Souza
Suplente: Ana Elisa Ribeiro
Subject: Lingüística Teses.; Metalinguagem Teses.; Interação homem-maquina Teses.; Comunicação de massa e tecnologia Teses.; Sinais e símbolos na comunicação visual Teses.; Comunicação escrita Teses.; Referencia (Linguistica) Teses.; Comunicação virtual Teses.
Palavra-chave: Referência (Linguística). Metalinguagem. Interação homem-máquina
Date: 22-06-2009
Publisher: UFMG
Abstract: O computador e a internet fazem parte das novas tecnologias presentes na sociedade e colocam alguns questionamentos: como essas tecnologias influenciam a comunicação humana? Até que ponto a comunicação mediada pelo computador se difere da interlocuçãoface a face e da interação mediada pelo texto impresso? As inovações tecnológicas trouxeram em seu bojo uma série de transformações linguísticas e sociais e esta pesquisa investiga as estratégias de referenciação metalinguística nas interações assíncronas mediadas pelo computador, a partir da análise de textos escritos, produzidos em fóruns de discussão. Consideramos que a referenciação é uma atividade cognitivo-interacional praticada por sujeitos sociais em eventos de interação e que a metalinguagem pode ser considerada como uma modalidade de referenciação cuja propriedade básica diz respeito ao caráter autorreflexivo da língua. Trata-se, portanto, de um fenômeno de autorreferenciação da língua: palavras ou expressões são empregadas para se referirem à própria atividade discursiva,considerando-se que a língua é uma sistematização estruturada nos planos gramatical, semântico-cognitivo, textual-discursivo e ativada em uma determinada situação de interação. Partimos das hipóteses segundo as quais as estratégias linguísticas que implementam areferenciação metalinguística no processamento de textos mediados pelo computador são relevantes e podem ser explicitadas a partir dos processos cognitivos de perspectivação, focalização, gerenciamento de atenção. As análises evidenciam que as unidades metalinguísticas se configuram, prototipicamente, como unidades de informação de incisos e estão ligados à necessidade de se gerenciar o discurso e de se estabelecer um foco de atenção conjunta. Nas interações mediadas por computador, devido ao meio, a escrita recobre-se, em alguns gêneros, de uma dinamicidade muito próxima à do texto oral. Planejamento e execução do texto são realizações muito próximas mesmo nas interações assíncronas em que o internauta pode revisar o texto antes de torná-lo público. Além disso, o contexto é partilhado e parte dasinformações não estão presentes na materialidade linguística, mas nos conhecimentos partilhados pelos participantes da comunidade virtual. O texto apresenta uma sintaxe muito parecida com a da língua falada, carregada de interrupções, reticências, inserções. Entretanto, como não há a presença física dos participantes e faltam elementos expressivos típicos da interação face a face, como gestos, entonação e expressão facial, diversas estratégias são empregadas. Além dos recursos gráficos, como aspas, parênteses, maiúsculas, e recursos semióticos, como os emoticons, há a possibilidade de inserir comentários, avaliações, inserções, correções, ressalvas, etc. e isso é feito através dos enunciados metalinguísticos. As análises evidenciam, ainda, a possibilidade de agrupar as unidades metalinguísticas em cinco categorias a partir dos elementos colocados em foco: a formulação linguística, a construção textual, o próprio ato comunicativo, nos participantes e, finalmente, o foco na informatividade.
Resumo em lingue estrangeira: The computer and the Internet are part of the new technologies in society and present some questions: how do these technologies influence the human communication? Does computer mediated communication differ from face-to-face and mediated by the written textinteractions to whant extent? Technological innovations have brought itself into a series of linguistic and social transformations. This research investigates the strategies of metalinguistic reference in asynchronous interactions mediated by computer, from the analysis of written texts, produced in the discussion forums. We believe that the referral is ancognitive-interactional activity practiced by social subjects at events and that the metalanguage can be considered as a mode of reference whose basic property concerns the self-reflexive nature of language. It is thus a phenomenon of self-referencing of language: words or expressions are used to refer to the discursive activity, considering that language is astructured systematization in grammatical, semantic, cognitive, textual-discursive plans and activated in a particular situation of interaction. Our point of departure are the hypotheses in which the linguistic strategies that implement referral metalinguistic in the processing of texts mediated by computer are relevant and can be explained from the cognitive processes of perspective, focus and management attention. The analysis show that metalinguistics announcements are units of informations and items are linkeds to the need of managing discourse and establishing a joint focus of attention.In interactions mediated by computer, due to the medium, the writing covers itself, in some genres, with a dynamics very close to the oral text. Planning and implementation of the text output is very close - even in asynchronous interactions in which the Internet user can reviewthe text before making it public domain. Furthermore, the context is shared and parts of the information are not present in the linguistic accuracy, but are in the knowledge shared by the participants of the virtual community. The text presents a syntax very similar to the spokenlanguage, full of interruptions, reservations and insertions. However, as there is not the physical presence of participants and there is lack of expressive elements typical of the interaction face-to-face, gestures, intonation, facial expression are used in addition to the graphical features like quotes, brackets, capitals, and semiotic resources, such as emoticons, it is possible to insert comments, ratings, insertions, corrections, exceptions, etc. and this is done through metalinguistic listed. The analysis also show the possibility of grouping and categorizing the metalinguistic listed in five groups from the elements put into focus: a linguistic formulation, the textual construction, the communicative act itself, in participants and, finally, the focus ininformation technology.
URI: http://hdl.handle.net/1843/LETR-8SZMF6

Files in this item

Files Size Format View
1116d.pdf 2.778Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record