Avaliação da angiogênese, inflamação e crescimento tumoral em camundongos com deleção gênica dos receptores para o PAF (PAFR-KO)

Biblioteca Digital - UFMG

Avaliação da angiogênese, inflamação e crescimento tumoral em camundongos com deleção gênica dos receptores para o PAF (PAFR-KO)

Show full item record

Title: Avaliação da angiogênese, inflamação e crescimento tumoral em camundongos com deleção gênica dos receptores para o PAF (PAFR-KO)
Author: Monica Alves Neves Diniz Ferreira
Orientador: Silvia Passos Andrade
Banca:
Presidente: Silvia Passos Andrade
Membro: Alberto Julius Alves Wainstein; Jamil Assreuy; Mauro Martins Teixeira; Anilton Cesar Vasconcelos
Subject: Neovascularização Teses.; Fator de necrose de tumor Teses.; Fator de avaliação de plaquetas Teses.
Palavra-chave: Fisiologia e Farmacologia
Date: 08-02-2006
Publisher: UFMG
Abstract: O lipídio endógeno, fator ativador plaquetário (PAF), é comumente considerado um mediador pró-inflamatório e pró-angiogênico com base na aplicação exógena deste composto e antagonistas de seus receptores in vitro e in vivo.Neste trabalho, usando camundongos com inativação do gene (nocaute(KO)) para o receptor do PAF (PAFR-KO) foram avaliadas várias atividades deste mediador em dois modelos de angiogênese (modelo de implante de esponjas; angiogênese inflamatória e os tumores sólidos de Ehrlich e cólon; angiogênese tumoral). Nestes modelos foram caracterizadas a neovascularização, a inflamação e a produção de citocinas. Além disso, o crescimento dos tumores sólidos nestes animais foi determinado. A angiogênese, avaliada por análise morfométrica nos implantes e pela dosagem do conteúdo de hemoglobina, nos dois tecidos estava aumentada tanto nos implantes como no tumor de cólon dos animais nocaute. Níveis aumentados do VEGF foram predominantes nos tumores dos animais nocaute (compatível com o aumento da angiogênese) e os do TNF-alfa variaram entre os tecidos avaliados nos dois grupos de animais. O acúmulo de neutrófilos e macrófagos determinados pela atividade das enzimas mieloperoxidade (MPO) e N-acetilglucosaminidase (NAG) respectivamente, nos implantes e tecidos tumorais foram significativamente menores nos animais PAFR-KO, confirmando os efeitos pró-inflamatórios do PAF. Os níveis da quimiocina KC foram maiores no implante dos animais nocaute. Nos tumores, esta quimiocina foi menor apenas no tumor de Ehrlich nestes animais. Não houve diferença entre os pesos dos tumores de cólon nos dois grupos de animais. No entanto, o crescimento do adenocarcinoma de Ehrlich no período de 25 dias foi seis vezes maior nos animais KO comparados aos selvagens. Os resultados deste estudo mostram que a inflamação e a angiogênese em camundongos PAFR-KO não são eventos causais e propomos que o PAF endógeno pode ser um importante mediador inibitório da neo-formação vascular e do desenvolvimento do tumor sólido de Ehrlich.
Resumo em lingue estrangeira: The endogenous lipid, platelet activating factor (PAF), is usually considered a pro-angiogenic mediator due to its exogenous in vitroand in vivo effects and to studies with PAF receptor (PAFR) antagonists in vivo. In this study, mice with gene inactivation of the receptor for PAF (PAFR-KO) well used to analyze a range of activities exhibited by this mediator. Two experimental designs were used: the sponge implantation and the growth of solid tumors (Ehrlich and colon) to assess neovascularization, inflammation, cytokine production. Angiogenesis as determined by morphometric analysis and hemoglobin content was significantly higher in the implants and colon tumor of knock out (KO) mice compared with the wild type (WT). VEGF content in the tumors was also, higher in these animals. The levels of TNF-alpha were increased in Ehrlich tumor in KO mice relative to the WT group. Neutrophils and macrophages accumulation, as determined by myeloperoxidase (MPO) and Nacetylglucosaminidase (NAG) were decreased in all proliferatingtissues in KO animals, supporting the pro-inflammatory effects of endogenous PAF. The levels of the pro-inflammatory chemokines didnot follow the same pattern. The growth of colon tumor was not different between the KO and WT mice. However, Ehrlich tumor was six fold bigger in PAFR-KO mice than in WT animals. We have shown that inflammation and angiogenesis in PAFR-KO mice are not necessarily causal events and propose that PAF may be an important endogenous inhibitor of new blood vessels formation and Ehrlich tumor development.
URI: http://hdl.handle.net/1843/MCSC-78AS97

Files in this item

Files Size Format View
tese_m_nica.pdf 2.855Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record