MODELOS DE DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA POTENCIAL:APLICAÇÃO COM PLANTAS AMEAÇADAS DE EXTINÇÃO DAFLORESTA ATLÂNTICA

Biblioteca Digital - UFMG

MODELOS DE DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA POTENCIAL:APLICAÇÃO COM PLANTAS AMEAÇADAS DE EXTINÇÃO DAFLORESTA ATLÂNTICA

Show full item record

Title: MODELOS DE DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA POTENCIAL:APLICAÇÃO COM PLANTAS AMEAÇADAS DE EXTINÇÃO DAFLORESTA ATLÂNTICA
Author: Luciana Hiromi Yoshino Kamino
Orientador: Luciana Hiromi Yoshino Kamino
Banca:
Orientador: Joao Renato Stehmann
Membro: Adriano Pereira Paglia; Alexandre Salino; Ary Teixeira de Oliveira Filho; Marinez Ferreira de Siqueira
Subject: Botânica Teses.; Mata Atlântica Teses.; Plantas em extinção Teses.; Dalbergia Teses.; Melanoxylon brauna Teses.; Petunias Teses.
Palavra-chave: Modelos de distribuição geográfica potencial; MAXENT; espécies ameaçadas de extinção; Floresta Atlântica; Melanoxylon brauna; Dalbergia nigra; Petunia mantiqueirensis.
Date: 13-11-2009
Publisher: UFMG
Abstract: RESUMOKAMINO, L.H.Y. (2009). Modelos de Distribuição Geográfica Potencial: Aplicaçãocom Espécies da Flora Ameaçada de Extinção da Floresta Atlântica. Tese (Doutorado) Instituto Ciências Biológicas, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte.Orientador: João Renato StehmannModelos de distribuição geográfica têm sido utilizados como uma importanteferramenta na biologia da conservação, gerando mapas de distribuição potencial deespécies raras, endêmicas e ameaçadas de extinção. Entre os algoritmos mais utilizadosestá o Maxent, capaz de gerar predições com poucos pontos de presença. O objetivoprincipal deste trabalho é avaliar a aplicabilidade de modelos gerados pelo Maxent paraencontrar novas populações de plantas ameaçadas de extinção da Floresta Atlântica. Oprimeiro capítulo avalia duas espécies arbóreas com ampla distribuição geográfica(Melanoxylon brauna Schott e Dalbergia nigra (Vell.) Allemao ex Benth., Fabaceae),sendo que os dados de ocorrência apresentam baixa precisão geográfica, e as variáveisambientais baixa resolução. Para gerar os modelos foram utilizados os métodos MaxentLPT e o Maxent T10. Os mapas resultantes podem ser interpretados como umaaproximação razoável da distribuição potencial das espécies, com menos de 25 pontosde ocorrência. A taxa de acerto para M. brauna foi de 63% (LPT) e 83%(T10), enquantoque para D. nigra foi de 40% (LPT) e 75% (T10). De acordo com os resultados dotrabalho de campo, os mapas gerados pelos modelos Maxent T10 obtiveram umamelhor acurácia em relação aos modelos Maxent LPT. Considerando o histórico desobreexploração ocorrida no passado e a área de ocupação encontrar-se severamentexviifragmentada, sugere-se que as espécies em estudo sejam mantidas na categoriaVulnerável nas listas de espécies ameaçadas de extinção conforme os critérios da IUCN.O segundo capítulo avalia a modelagem para uma espécie herbácea com distribuiçãogeográfica restrita (Petunia mantiqueirensis T. Ando & Hashim., Solanaceae) comapenas oito pontos de ocorrência, com coordenadas mais precisas que as espéciesarbóreas estudadas no primeiro capítulo. Os modelos apresentaram uma taxa de acertode 87%, sendo considerado estatisticamente significante. Foram registradas nove novaspopulações da espécie em áreas previstas pelos mapas gerados. Os modelos dedistribuição geográfica potencial associados a trabalhos de campo mostraram-se úteispara aumentar o conhecimento sobre a distribuição geográfica atual de espéciesameaçadas de extinção.PALAVRAS-CHAVE: Modelos de distribuição geográfica potencial,MAXENT, espécies ameaçadas de extinção, Floresta Atlântica, Melanoxylon brauna,Dalbergia nigra, Petunia mantiqueirensis.
Resumo em lingue estrangeira: ABSTRACTKAMINO, L.H.Y. (2009). Potential Models of Species Geographical Distribution: anessay with threatened species from Atlantic Forest. Ph.D. Thesis Instituto CiênciasBiológicas, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte. Advisor: JoãoRenato Stehmann.Potential Models of Species Distribution have been used as important tools inconservation biology, producing maps of expected distribution of rare, endemic andthreatened species. One of the most used algorithms is Maxent, that can predictdistribution with a few occurrence data. The main goal of this work is to evaluate thepredictive models generated by Maxent, as a tool to help finding new populations ofplants threatened of extinction in the Atlantic Forest. In the first chapter two tree specieswith large extent of occurrence are evaluated (Melanoxylon brauna Schott e Dalbergianigra (Vell.) Allemao ex Benth., Fabaceae), and the data of occurrence acquired fromherbarium sheets were of low geographic precision. To generate the models were usedthe Maxent LPT and T10 methods. The resulting maps exhibit na acceptable approachof the species potential distribution, with less then 25 ocurrence data. The set rate for M.brauna was of 63% (LPT) and 83% (T10), and for D. nigra of 40% (LPT) and 75%(T10), respectively. According to the results of the field surveys, the maps generated bythe T10 algorithm had a better accuracy than the LPTs. Considering the level offragmentation and the history of over exploitation of the occurrence area of the species,they are both recommended to be maintained as Vunerable, according to IUCN criteriafor threatened species. The second chapter evaluate the predictive model for one herbspecie of restricted distribution (Petunia mantiqueirensis T. Ando & Hashim.,xixSolanaceae), with only eight known registries, but with more precise references than thetrees of the first chapter. The models showed a set rate of 87%, what are consideredstatistically significant. Nine new populations of P. mantiqueirensis were found inpredicted areas of the model. The Potential Models of Geographical Distributionassociated with field trips were useful to enlarge the knowledge about the occupancyarea of threatened plant species.KEYWORDS: Potential Models of Species Geographical Distribution, Maxent,Threatened Species, Atlantic Forest, Melanoxylon brauna, Dalbergia nigra, Petuniamantiqueirensis.
URI: http://hdl.handle.net/1843/TJAS-89QQCQ

Files in this item

Files Size Format View
kamino_lhy_2009_tese.pdf 7.320Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record